quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Sobrevivi ao primeiro mês, aleluia!

“O primeiro mês é o mais difícil”, foi como me alertaram amigos e familiares antes da partida, bem se realmente for, por misericórdia do altíssimo sobrevivi bem, não é que tenha sido fácil, mas foi um tempo gratificante, aprendi, chorei, conheci, descobri, sorri, e chorei, sim chorei de novo. Aprendi a fazer feijão e aprendi muito sobre história, literatura e biologia, chorei de saudade, de raiva, de inquietação e de solidão, conheci pessoas estranhas, chatas, divertidas, interessantes e futuros amigos, descobri mais de mim, mais do ser humano e mais de Deus, sorri de felicidade, por motivo nenhum, por orgulho, pelo vento, pela visão da lua e para a companhia.
Tive que lavar minha própria roupa, cozinhar minha própria comida e aprender a andar com as próprias pernas, aprendi a controlar meus horários e obedecer ao despertador; Mas, acima de tudo foi um tempo em que tive que escolher minhas prioridades, com o que, ou com quem eu estaria, onde é o meu lugar neste novo mundo?
Não estou sequer à metade do caminho, e todas as citações acima de experiência ou aprendizagem ainda estão se completando, passei por fins de semana sozinha em casa, e semanas atordoadas em meio a livros, gritei com a criança que divide o quarto comigo e gritei comigo mesma. Foi um mês de explosões, explosões de sentimentos e sensações.
Obrigada aos amigos distantes que ainda se lembram de me dar um oi, e dizer que faço falta, obrigada aos futuros amigos próximos que evitam momentos que me façam querer voltar, obrigada a família que aqui me recebe e me dá de tudo que desfrutam, e obrigado a família que lá deixei que apesar de manter partes do meu coração por lá, também me dá forças para viver aqui.
Meu corpo é indivisível, mas meu espírito está compartilhado desde que do ninho saí.

2 comentários:

  1. noffa, que charme de texto
    lacrimejei

    ResponderExcluir
  2. bem, o primeiro mes costuma ser mais dificil mesmo, mais isso não quer dizer que os proximos sejam faceis, pelo contrario podera encontrar situações mais dificeis e complicadas, mas tenha certeza de que vc passara por elas sim, e com Deus ao seu lado, nunca se esquecendo que você faz MUITA FALTA, e não falo só por mim,
    mais também por todos que estão aqui torcendo muito por você e seu brilhante futuro, orando sempre ao seu favor! Beijos Biaa

    ResponderExcluir

Sua opinião: